Inspiração Vestido Parte III – Usando como saia ♥

E se o vestido, ao invés de virar camisa, virar saia, como nesse look da Rockie ? Confesso que esse é meu jeito favorito, com uma blusinha leve por cima.

Rockie N

Também dá pra virar saia cobrindo a parte de cima com jaqueta e cachecol, de um jeito simples e bem quentinho, não dá ? Opa se dá:

quentinho

Via lookbook

E quando você acha que já pensou em tudo …. Vem a Julia Alcântara e PÁ, samba na sua cara, usando um vestido muito parecido com o nosso, de cor diferente, amarrado como saia, com blusinha de renda.

TudoOrna_post_looks_OneShirtOneSkirt-4

E agora, ainda dá pra dizer que tá difícil fazer remix com vestido xadrez ??

E vocês, como usariam, dividam com a gente!

Advertisements

Inpirações Vestido Xadrez Parte II – Versão Rock

Na sexta feira passada, compartilhei com vocês algumas maneiras quentinhas que venho pensando em usar o vestido, quando chegar a minha vez. Outro jeito que penso muito em montar meu look é fazendo uma composição com uma pegada mais rock detonadinha trash do jeito que a gente ama.

E pra começar as inspirações, um jeito simples, grunge e largadinho largadinho: só adicionar meia preta e coturno, como a Lua P:

luap

Pela banalização da meia rasgada!

Mais grunge ainda ? Que tal usar o vestido amarrado na cintura?

amarrado

Via lookbook – Creepers da discórdia! Um coturno no lugar daria um efeito bacana também.

amarrado2

Via lookbook – tudo preto e só o xadrez amarrado trazendo cor.

E se a gente usar o vestido só jogadão por cima da roupa, como se fosse um casaco ?

por cima da roupa

Via lookbook

E vocês, usariam desse jeito ?

Brechós II – Ajustar é viver.

Acredito que a única desvantagem de comprar em brechó é a (in)disponibilidade de tamanhos. Às vezes, você pode se apaixonar por um lindo vestido – mas ele não passa nem pelos seus braços.  Ok, você não leva a peça. Mas e quando o tamanho é maior, ou muito maior? Aí é que eu acho mais divertido ainda, porque as possibilidades são infinitas ! Vocês já viram aqui no blog o projeto New Dress a Day, que fez maravilhas com roupas de brechó compradas por um mísero dolár. Quem fuçou no blog do projeto pôde ver que rolavam os bastidores das transformações, e às vezes nem é tão complicado assim.

Com alguma habilidade de costura (ou então – tia, vó, mãe, irmã com talentos) não é difícil transformar peças. E se você não possui tais habilidades cognitivas (como eu), muitas vezes vale a pena sondar a costureira do bairro para pequenos ajustes – como uma barra ou pence, ou mesmo grandes transformações, vale até usar uma camisa brega mas com estampa legal para transformar em bolsa ou algum outro acessório.  Bora se inspirar com outros exemplos?

Esses dois, o primeiro com Veronika e o segundo com a Keyko, fizeram parte do Project ReStyle, proposto pelo blog A Beautiful Mess.

Outra boa ideia que não sei como não tiveram antes é a da Capitu Vintage, um brechó virtual que também transforma e customiza peças antigas, uma ideia que nasceu como pesquisa de conclusão de curso de uma estudante de moda, Carla (leia mais aqui.)

E vocês, costumam customizar ajustar transformar peças antigas ou recentemente adquiridas me brechós?

Compartilhem com a gente!